5º dia da FIAP no SxSW

16 de março de 2017

A FIAP está no Texas (EUA), participando do SxSW, um dos maiores festivais de criatividade, inovação e tecnologia do mundo. Os maiores players de tecnologia e empreendedorismo, além de marcas que desenvolvem grandes inovações, estão no evento para discutir as principais tendências e direções desta área no mundo. Confira os destaques do 5º dia.

 Diário de bordo, dia 5 do SxSW:

AI – How tech’s next revolution will change lives: A Vice-Presidente Executiva da Intel, Diane Bryant, apresentou a visão da empresa de como a Inteligência Artificial (IA) irá ajudar nas transformações tecnológicas, sociais e econômicas. Com a evolução da IA, que está ainda em sua fase inicial, vários campos da indústria estão sendo impactados. Trabalho, entretenimento e saúde foram alguns dos temas explorados em sua exposição. No mundo das finanças, a Clinc foi reconhecida como um dos robôs mais avançados. No mundo dos esportes, foi apresentada uma solução de captura de imagens por celular ou tablet que analisa o movimento de atletas. Nas artes, uma aplicação chamada PIkazo consegue combinar uma foto com um estilo de pintura de um artista famoso. Na saúde, um estudo conjunto com a Penn Medicine criou uma interface de IA que ajuda médicos no diagnóstico de câncer – enquanto médicos sem ajuda da IA acertam 75% das vezes, os médicos auxiliados pela IA conseguem resultados acima de 85%. O foco da Intel foi demonstrar a capacidade de suas soluções em IA após a incorporação da Nervana, que hoje é uma das bases para o desenvolvimento destas soluções.

The History and Future of Speaking with Machines – Apesar do Google Home e da Alexa (Amazon) se tornarem disponíveis apenas recentemente, a história da conversação humana com máquinas já é antiga. Em 1978 com o “The Texas Instruments Speak & Spell”, em 1986 com o IBM Tangora, em 2011 com a Siri e em 2016 com o Google Wave Net. Agora, com o desenvolvimento de frameworks de trabalho para interfaces conversacionais, como o Google Actions On, é possível criar aplicações muito rapidamente. Neste workshop, o instrutor Matt Buck conseguiu apresentar em 10 minutos como criar uma assistente pessoal virtual.

Robots vs Jobs – Technological displacement is here: Desde os primórdios do desenvolvimento tecnológico, o trabalho humano tem ganhado eficiência através do uso de tecnologias. O uso intensivo de pessoas no campo foi substituído pelo uso de tratores e implementos agrícolas. Atualmente, a discussão é sobre como os robôs irão substituir os empregos humanos. Nesta abordagem, o futuro não é catastrófico: os robôs e outras tecnologias vão aumentar as capacidades humanas (human augmentation) e criar espaço para que novas formas de criatividade e trabalho surjam.

Reimaginining Death: A morte é um tabu social, mas esta discussão precisa ser feita. A tecnologia tem avançado em diversas áreas da vida, e a morte também foi um dos temas de avanço tecnológico no SxSW. Em seus últimos dias de vida, 25% das pessoas não tem tratamento adequado para a dor, 50% não recebem suporte psicológico e 22% não recebem atenção adequada para a respiração. Enquanto isso, 20% das famílias não são avisadas constantemente sobre o estado de saúde do ente querido e 11% das decisões não agradam o próprio paciente. O design da experiência de morte foi repensado com tecnologia. Uma engenheira de som percebeu que os últimos sons que escutamos são uma das piores coisas que gostaríamos de ouvir. Qual seria o último som que você gostaria de ouvir? Um médico percebeu que muitos pacientes contavam sobre seus desejos não atingidos, e se pudéssemos ajudar a realizá-los através de crowdfunding? As famílias buscam informações, mas não conseguem encontrar histórias parecidas – e se houvesse uma rede social? Todas estas soluções já foram criadas.

Weird Startups from the University of Tokyo: Quando os próprios japoneses classificam suas startups como malucas, temos que prestar muita atenção. A apresentação do programa da Universidade de Tóquio, que busca incentivar estudantes a desenvolver propostas de produtos com tecnologia, foi introduzida pelo Prof. Dr. Tomy Kamada, o inventor do Compact HTML. Os estudantes criaram desde microssatélites até sintetizadores musicais com Inteligência Artificial.

Buzz Aldrin no SxSW: O Professor Doutor Buzz Aldrin é reconhecido por sua participação nas missões Gemini e Apolo, principalmente pela Apolo 11 – onde pôde ser um dos poucos humanos a pisar no solo lunar. Está sendo lançado, no SxSW, o seu filme em realidade virtual sobre a exploração espacial. Ele contou sobre alguns bastidores da corrida espacial. Ele acredita que em 20 anos estaremos ocupando Marte permanentemente “We explore or we expire. That’s about it. ”

Building for the future of coding – A programação não é mais apenas para programadores. Assim como a matemática, a programação começou a ser ensinada como habilidade transversal. Mas o que esta nova geração de programadores espera? Uma pesquisa realizada em 2016 traz alguns insights: espera se divertir, aprender novas tecnologias e habilidades. Os jovens entendem a programação como habilidade básica para várias categorias de trabalho, entendem que a programação é uma aprendizagem contínua e que precisa ser muito prática. As ferramentas de programação do futuro tendem a tornar cada vez mais fácil a atividade do programador, permitindo que vários outros profissionais também consigam desenvolver habilidades nesta linguagem.

A Scientific Methodology for Startup Sucess: Com várias ferramentas e metodologias presentes no mundo das startups, algumas empresas que trabalham com tecnologias mais pesadas (hard technologies) podem se beneficiar com o uso do método científico, um Lean Scientific Method. Um dos casos mais famosos de uso intensivo da metodologia científica é o Netflix e outros novos virão. O desprendimento do empreendedor para conseguir avaliar e testar sua hipótese de negócio é um dos fatores críticos de sucesso.

Links Úteis:

www.clinc.com/

http://www.pikazoapp.com/

http://www.intel.com/content/www/us/en/analytics/artificial-intelligence/overview.html

 

materia dia 5